Quarta-feira, 20 de Junho de 2012

mundo de esperança.

Toda a gente sonha com um príncipe encantado, um beijo perfeito, um amor incondicional, uma relação inocente e uma vida feliz. Exigimos que tudo isto aconteça dentro deste pequeno mundo. Sonhamos desde cedo e lutamos para que se realize, mas no final... ganha quem espera apenas. Quem se senta, de braço dado com a vida, com muitas expectativas e poucos planos, sem medos nem receios, sem esforço. O amor está destinado aos pacientes, aos donos do silêncio, do descanso e da coragem muda e despida que, apesar de escondida, consegue encher um coração apaixonado, vazio de memórias mas repleto de emoções. Ultimamente, eu estou a viver aquilo a que gostam de chamar de conto de fadas, sem efeitos, sem repetições, sem mentiras nem imperfeições. E tudo o que fiz foi esperar. Deitar-me sobre os sonhos, encher-me da tal coragem muda e esperar, acreditando sem nunca procurar. Imaginei mil e uma histórias, mil e um finais, até que tu apareceste: doce recompensa de quem ama em silêncio, encorajado pelo desejo de ser que aquilo a que chamo de príncipe encantado.

publicado por R. às 10:49
link. |
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.